Sobre os noivos

Oi vizinho!

Nosso conto, não de fadas, mas NOSSO!heart

Nossa história começou através de um aplicativo chamado HAPPN, eu olhava todo dia e via " André Luiz" cruzou por você 20 vezes. Fiquei curiosa! Quem era esse ser que cruzava por mim todos os dias.

As fotos dele não davam para investigar totalmente, joguei no google e nada aparecia, então dei um coraçãozinho para ele e apareceu a mensagem:

"Tem um crush
Gostaram um do outro"

Bom, então ele já tinha dado um coraçãozinho para mim, ele não falava nada, apesar do nosso chat estar aberto, resolvi me comunicar mandei a mensagem "Oi vizinho"

                                                    

 

E ai tudo começou, ele me chamou para almoçar, falei que o local era caro e que eu ia ter que lavar pratos para comer lá (brincando), logo que o vi o abracei olhei em seus olhos e tive uma sensação muito boa, fomos conversando até o restaurante, ele muito calmo, agradável, tivemos várias conversas e descobrimos muita coisa em comum, até que não tinhámos vesículas...risos... após o almoço trocamos mensagem e ele mandou a frase "Se depender de mim você nunca lavará prato na sua vida" (amei essa frase, será que é verdade?!?) depois de várias conversas, como sou católica praticante e ele também, sempre dizia que o pai dele tinha ido a Aparecida e tinha trago água benta, então ele me levou água benta no trabalho umas 2 vezes para que eu me sentisse bem ( eu pensava o que será que ele acha: quer me exorcisar? purificar? acha que vou ser freira?) e toda vez que o via dava um abraço nele e me sentia bem e acolhida, ficamos um tempo só nas conversas e não entendia o porque nesses encontros não havia beijos, bobinha eu, mal sabia que Deus estava planejando para mim.

Flores azuis chegavam em meu trabalho, todos curiosos, até me espantou pois poucos conheciam desse meu gosto.

Em 04 de julho no aniversário da Nanda olhei ao meu redor todos meus amigos que amo e lembrei dele, senti uma falta inexplicável, no momento pensei que era ele que eu queria que estivesse ao meu lado naquele momento junto aos meus melhores amigos, logo mandei uma mensagem pedindo o Whats app dele.

Em agosto tiramos férias, eu fui para minha casa de veraneiro (vi todos os capítulos de House) e ele viajou para Fernando de Noronha, e sempre em comunicação comigo contando sobre as aventuras e o dia a dia, justificava sempre que só tinha sinal no hotel, sempre me deixando atenta sobre o que iria fazer, daí pedi para trazer um golfinho. Voltamos de férias e nunca conseguiamos nos encontrar. Tantos desencontros...

Esse encontro demorou mas em 16/09/15, além do golfinho (não de verdade) ele ainda trouxe uma linda tartaruga! Me buscou em casa após expediente (fiz ele prometer que não me sequestraria e que tinha várias pessoas avisadas sobre onde eu estava, até o bope, qualquer coisa iriam atrás de mim, claro que fiz um pequeno terrorismo rs) fomos ao Nova América, onde andamos bastante, muito mesmo e do nada entramos na "Expo Noivas 2015" que estava acontecendo, depois vimos que não era lá que tinha comida, risos, mas foi um aviso de Deus, creio eu (agora em 2016 e fomos ao Expo Noivas ver coisas para o casamento e sai de lá no apagar das luzes huhuhuhu), voltando para 2015: comemos (Graças a Deus! Não aguentava mais andar) e ele me levou em casa, onde aconteceu nosso primeiro beijo e desde lá nossa história de amor continua com vários beijos...heart

 

Imagem Sobre

"Eu encontrei-a quando não quis
Mais procurar o meu amor
E quanto levou foi pr'eu merecer
Antes um mês e eu já não sei

E até quem me vê lendo o jornal
Na fila do pão, sabe que eu te encontrei
E ninguém dirá que é tarde demais
Que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe, pequena"